Quarta-feira, 18 de Janeiro de 2006

Depressão

Chuva miúda
Chuva que assusta.

Transforma-se em temporal.
Parece –me uma dor latente.

Caindo constantemente
Dentro em mim.

Chuva traz vida
Cure a ferida que esta aqui.

Sim...

O remédio é o mesmo.
Os sintomas também.

Se eu cair, irei florir
O que virá após mim?

Após um vento atroz
Pois se tenho dependentes.

Foram eles carentes.
Não é coerente agir assim.

A chuva cai.
O sono vai.

E chega trazendo tristezas...

E vem dizendo meu bem.

Quer por tudo convencer
A cessar o sofrer,

Não é bonita.
Mas causa intriga.

Finge ser minha amiga
Pra levar a minha vida.

by Thyelly @ http://www.poemas-de-amor.net

retalhado por Jorge Durões às 02:00
link do post | a retalhar | favorito
|
2 comentários:
De isis a 26 de Janeiro de 2006 às 01:51
aiai...às vezes ela gosta de aparecer...


De Curioso a 18 de Janeiro de 2006 às 21:23
http://ruidoeleitoral.blogs.sapo.pt/


Comentar post

mais sobre mim


ver perfil

seguir perfil

. 1 seguidor

pesquisar

 

Dezembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Retalhos Recentes

Fim...

Descrição do Blog

...

Porque...

Isto

Não sei quem sou...

AMO tracinho TE

O local a que chamo casa....

À procura... de um amigo

...

Retalhos já Passados

Dezembro 2006

Outubro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

SAPO Blogs

subscrever feeds