Domingo, 20 de Agosto de 2006

O local a que chamo casa...

Nunca me senti verdadeiramente bem em local algum... Foi uma conclusão a que cheguei há muito pouco tempo. Por mais residência fixa que tenha, por mais tecto, cama, roupa lavada que tenha, a verdade é que nunca me senti encaixado nesses locais.

Agora, e depois de pensar em muita coisa que me disseste, encontro-me deitado na minha cama, doente, com gripe... e sinto, mais uma vez, que esta casa não é a minha casa.

Por outro lado, em qualquer local e circunstância que me encontre e que esteja contigo, sinto-me em casa. Chego à conclusão que tu és a minha casa, que contigo estou e sinto-me em casa. Um sitio onde me ajudam a crescer, onde vou descobrindo, a pouco e pouco, o significado de certas atitudes e pormenores. Contigo sinto-me a crescer, na esperança de me tornar no ser melhor. Tu ajudas-me a limar as arestas dos meus defeitos e atitudes que, por vezes, são do mais precipitadas do que se possa imaginar.

De ti só espero a retribuição. De mim tens reconhecimento, ternura, afecto, amor. Porque és a quem, neste momento, chamo de casa.

Continuo aqui... E continuarei... a limar-me, a aperfeiçoar-me... à espera

retalhado por Jorge Durões às 22:07
link do post | a retalhar | favorito

mais sobre mim


ver perfil

seguir perfil

. 1 seguidor

pesquisar

 

Dezembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Retalhos Recentes

Fim...

Descrição do Blog

...

Porque...

Isto

Não sei quem sou...

AMO tracinho TE

O local a que chamo casa....

À procura... de um amigo

...

Retalhos já Passados

Dezembro 2006

Outubro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

SAPO Blogs

subscrever feeds